Sem categoria | 16 de novembro de 2023

Entenda o que define a lã de vidro como alternativa mais sustentável para isolamento

Sustentabilidade é um assunto muito comentado, principalmente nos últimos vinte anos. E a busca por produtos que não agridam o meio ambiente é tema recorrente e cada vez mais citado quando se fala em construção civil. Ser sustentável indica que as organizações se preocupam com o meio e que buscam minimizar impactos à natureza. Por […]

Sustentabilidade é um assunto muito comentado, principalmente nos últimos vinte anos. E a busca por produtos que não agridam o meio ambiente é tema recorrente e cada vez mais citado quando se fala em construção civil.

Ser sustentável indica que as organizações se preocupam com o meio e que buscam minimizar impactos à natureza. Por isso, os projetos ambientais estão em alta e as empresas estão mais atentas com essa questão.

A lã de vidro entra como mais um produto da lista de sustentáveis. Isso acontece, pois ela é gerada com 80% de material reciclado, e também promove um alto isolamento térmico, reduzindo o gasto com energia elétrica utilizada para climatizar os locais.

E não acaba por aí. Existem mais benefícios e fatores que tornam esse produto sustentável. Continue a leitura e descubra.

Entenda o que define a lã de vidro como sustentável

O setor de construção civil possui um grande potencial de fazer a diferença positiva na natureza. Isso porque esse nicho utiliza centenas de toneladas de produtos todos os dias.

Saber quais produtos são esses e como usá-los da melhor forma, combatendo o desperdício, é decisivo na hora de tornar o mundo um lugar melhor para todos.

A lã de vidro é um material sustentável por diversos motivos, desde sua composição e fabricação até os efeitos de economia de energia. Isso porque ela tem excelentes propriedades térmicas e acústicas, além de sua durabilidade acima da média, chegando a 50 anos de vida útil, e pelo fato de ela não pegar fogo.

Vale lembrar também que a lã de vidro foi o 1º isolante térmico e acústico a possuir declaração ambiental, certificada por uma terceira parte, comprovando o seu desempenho e sua transparência em informações relacionadas com o meio ambiente,

●     Sua composição

A composição não está em primeiro lugar à toa. A lã de vidro possui 80% de conteúdo reciclado, que são sobras de vidros de automóveis e de outros cacos de vidro da construção civil.

●     Processo de fabricação

O processo de fabricação também é um exemplo de sustentabilidade. A produção é feita em circuito fechado, com reaproveitamento da água de processo e também sem utilização de gases de expansão na fabricação de isolantes, reduzindo emissões prejudiciais a camada de ozônio.

●     Transporte e estocagem facilitados

Por ser muito fácil de ser compactada, é possível transportar um volume até 2,5 vezes maior e armazenar uma metragem superior no estoque quando comparada com outros produtos isolantes.

●     Formas de aplicação e uso

A lã de vidro é muito prática em sua aplicação e exige o mínimo de materiais de apoio, necessitando apenas de tesoura e estilete.

Além disso, a lã de vidro é recomendada como isolante térmico e acústico para atender os desempenhos da NBR 15.575-4, que determina os critérios para sistemas de vedação interna e externa de edificações, o que comprova que a lã de vidro tem eficácia.

Por ter um nível extremamente baixo de condutividade térmica, essa solução passa na frente de produtos que possuem a mesma finalidade, mas que têm outra composição.

Dessa forma, é possível concluir que com o uso de lã de vidro pode-se obter paredes menos espessas, porém com um nível superior de conforto termoacústico quando comparado a outros sistemas tradicionais ou com outros tipos de isolantes.

Então, além de economizar com o material da obra, a lã de vidro diminui gastos com energia elétrica, reduz a emissão de CO2 pelo baixo consumo de energia e tem uso e transporte fáceis.

A lã de vidro auxilia na certificação de obras LEED

O planeta precisa de nós e pede por soluções que não o agridam. Essa realidade já é motivação para muitos engenheiros e arquitetos desenvolverem projetos mais sustentáveis.

No entanto, para atender às exigências do setor de construção, são necessárias evidências comprovadas de um desempenho sustentável.

O grande objetivo é fazer com que todo mundo ganhe com isso: meio ambiente, vendedor, especialistas, construtora e cliente. Por isso, incentiva-se a procura por produtos sustentáveis, para que a construção seja certificada pelo LEED.

O LEED (Leadership in Energy and Environmental Design, em português: Liderança em Energia e Design Ambiental) é uma certificação que garante que aquela construção é sustentável.

O ranking é constituído por 4 posições que vão de 40, o mínimo aceitável, até 80, que representa a numeração máxima.

A lã de vidro, como você pode imaginar, é um dos materiais que ajudam no aumento da pontuação LEED das obras. A utilização das linhas de produtos sustentáveis pode contribuir em 11 critérios e entregar até 42 pontos do ranking, contribuindo com a certificação.

Fonte: Isover